A obesidade √© um dos principais problemas de sa√ļde p√ļblica da sociedade moderna. Segundo a Pesquisa de Vigil√Ęncia de Fatores de Risco e Prote√ß√£o de Doen√ßas Cr√īnicas por Inqu√©rito Telef√īnico (Vigitel) e Minist√©rio da Sa√ļde (2017), √© uma doen√ßa que j√° afeta 18,9% dos brasileiros. J√° o sobrepeso atinge mais da metade da popula√ß√£o (54%).

Sem d√ļvida a mudan√ßa dos h√°bitos alimentares nas fam√≠lias √© um dos grandes motivadores dessa nova realidade, impactando diretamente na sa√ļde de adultos, jovens e crian√ßas. ‚ÄúO arroz e o feij√£o, por exemplo, n√£o s√£o mais unanimidade. H√° mais comidas industrializadas, mais fast food e menos consumo de comidas mais frescas‚ÄĚ, explica o cirurgi√£o Leandro Avany Nunes, uma das refer√™ncias em cirurgia e tratamento da obesidade em Santa Catarina.

Os índices nacionais indicam que entre os jovens, a obesidade aumentou 110% entre 2007 e 2017. Esse índice foi quase o dobro da média nas demais faixas etárias (60%). O crescimento foi menor nas faixas de 45 a 54 anos (45%), 55 a 64 anos (26%) e acima de 65 anos (26%).

Para o cirurgi√£o Leandro Avany Nunes, apesar da relev√Ęncia dos fatores gen√©ticos no desenvolvimento da obesidade, essa situa√ß√£o pode ser evitada, a come√ßar pela educa√ß√£o das crian√ßas dentro de casa e na escola. ‚ÄúDeve-se optar sempre por refei√ß√Ķes e lanches saud√°veis e, de prefer√™ncia, n√£o comprar alimentos industrializados e ricos em gordura‚ÄĚ, completa.

Outros fatores que ajudam na prevenção da obesidade, além da alimentação saudável, rica em carnes magras, vegetais, frutas e massas integrais, deve-se manter a prática regular de exercícios físicos. Atividades como esportes coletivos, corrida, dança, caminhada e ciclismo, por exemplo, além de fazerem bem ao corpo, são fontes de prazer e socialização.

Op√ß√Ķes de tratamentos

A primeira op√ß√£o para se livrar do excesso de peso √© o chamado tratamento cl√≠nico. ‚ÄúNormalmente ap√≥s uma avalia√ß√£o de um m√©dico endocrinologista, exclu√≠das as causas cl√≠nicas, o mesmo dever√° propor ao paciente uma mudan√ßa na escolha alimentar, priorizando alimentos saud√°veis‚ÄĚ, conta Avany. Reorganizar os hor√°rios das refei√ß√Ķes, iniciar ou aumentar a pr√°tica de atividade f√≠sica, podendo em casos especiais propor o uso de medica√ß√£o que otimize a perda de peso e facilite as mudan√ßas comportamentais. ‚ÄúOs tratamentos devem objetivar o bem estar e a sa√ļde do indiv√≠duo, para diminui√ß√£o dos riscos de doen√ßas associadas. Embora, com frequ√™ncia, a obten√ß√£o de resultados est√©ticos fa√ßa parte das expectativas do paciente, esse n√£o √© o principal objetivo‚ÄĚ, acrescenta ele.

Cirurgias

Nos casos em que ocorre falha do tratamento cl√≠nico da obesidade e o mesmo se mostra ineficaz, o tratamento cir√ļrgico deve ser considerado. O m√©todo √© conhecido popularmente como “redu√ß√£o de est√īmago”, mas vai muito al√©m. Existem v√°rios m√©todos ou tipos de tratamentos dispon√≠veis, que devem ser aprovadas pelo CFM (Conselho Federal de Medicina), para uso e pr√°tica cl√≠nica, cabendo ao m√©dico apresent√°-los ao paciente e recomendar o mais apropriado e seguro para cada caso.

Uma op√ß√£o √© o bal√£o intrag√°strico, um dispositivo de silicone que, ap√≥s bem posicionado no est√īmago por via endosc√≥pica e n√£o cir√ļrgica, √© insuflado com 400-700 ml (volume ajust√°vel) de soro fisiol√≥gico e contraste. √Č uma t√©cnica gastro-restritiva pura, indicada para pacientes com √ćndice de Massa Corporal (IMC) maior que 27 kg/ m2 (ou maior que 30 kg/m2 depende do fabricante).

‚ÄúProjetado para provocar uma sensa√ß√£o de saciedade precoce e diminuir a capacidade do reservat√≥rio g√°strico, diminui o consumo de alimentos e facilita a adapta√ß√£o a uma dieta hipocal√≥rica associada √† mudan√ßa comportamental‚ÄĚ, analisa Leandro Avany Nunes.

A cirurgia bari√°trica e metab√≥lica, tamb√©m conhecida como cirurgia da obesidade, ou, popularmente, redu√ß√£o de est√īmago, re√ļne t√©cnicas com respaldo cient√≠fico, destinadas ao tratamento da obesidade m√≥rbida e ou obesidade grave e das doen√ßas associadas ao excesso de gordura corporal ou agravadas por ele.

A Cl√≠nica Mova, em Crici√ļma, oferece diversos tipos de tratamentos. Al√©m disso, todos os meses promove a reuni√£o do Grupo Multidisciplinar de Cirurgia Bari√°trica a pacientes pr√© e p√≥s-operados. O encontro √© gratuito e aberto a comunidade e √© um momento para troca de experi√™ncias e informa√ß√Ķes, com a participa√ß√£o de pacientes, m√©dicos, psic√≥logo, nutricionista e educador f√≠sico.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

desenvolvido por Cacto Publicidade
Rua Estevão Emílio de Souza, 108 (em frente ao Hospital Unimed) :: Próspera :: Criciúma/SC :: Tel. (48) 3439.4096