O Balão Intragástrico é hoje um dos recursos mais utilizados para a perda do sobrepeso e também para redução de peso antes da cirurgia bariátrica.
Confira no vídeo como ele funciona.

Conteúdo Relacionado

Azia, queima√ß√£o e dor tor√°cica. Esses s√£o alguns dos sintomas do refluxo. Atualmente, a doen√ßa do refluxo gastroesof√°gico (DRGE), afeta cerca de 12% da popula√ß√£o, o que corresponde a aproximadamente 20 milh√Ķes de brasileiros. Mesmo fazendo parte da vida de um grande n√ļmero de pessoas, somente cerca de 30% dos pacientes afetados pela doen√ßa, procuram assist√™ncia m√©dica.‚†Ä

Causada por diversos fatores como a m√° alimenta√ß√£o, obesidade, diabetes, ansiedade, h√©rnia de hiato, tabagismo, alcoolismo e gravidez, a doen√ßa muitas vezes √© ignorada por seus portadores, que abusam das automedica√ß√Ķes, e n√£o se d√£o conta de que as complica√ß√Ķes ocasionadas pelo dist√ļrbio podem at√© ser fatais.‚†Ä

Para muitas pessoas a mudan√ßa de h√°bitos alimentares pode ser satisfat√≥ria. No entanto, em outros casos, esse √© um sintoma da Doen√ßa do Refluxo Gastro-esof√°gico (DRGE), que se manifesta no es√īfago, quando o alimento volta do est√īmago para esse. O fluxo normal da digest√£o √© boca-es√īfago-est√īmago. Quando o alimento faz o caminho de volta, √© chamado refluxo.‚†Ä

Atualmente uma das formas de tratamento (quando não há sucesso no tratamento com medicamentos) é a cirurgia. Essa possibilidade deve ser avaliada para a correção da doença, ou seja, a colocação de uma válvula anti-refluxo, realizada por videolaparoscopia.


A s√≠ndrome metab√≥lica √© um conjunto doen√ßas, geralmente associadas √† obesidade e com a resist√™ncia ao horm√īnio insulina sempre por tr√°s, que elevam consideravelmente o risco de uma pessoa ter um infarto ou um acidente vascular cerebral (AVC).
Segundo a Organiza√ß√£o Mundial da Sa√ļde, a s√≠ndrome metab√≥lica est√° relacionada a uma mortalidade geral duas vezes maior do que na popula√ß√£o sem essa mesma condi√ß√£o e a um risco de morrer por doen√ßa cardiovascular especificamente at√© tr√™s vezes maior.
Podemos dizer que uma pessoa tem síndrome metabólica quando ela apresenta pelo menos três dos cinco critérios abaixo:
* Obesidade, em especial obesidade central, com maior ac√ļmulo de gordura na regi√£o da barriga e uma circunfer√™ncia abdominal superior a 88 cent√≠metros, nas mulheres, ou a 102 cent√≠metros, nos homens;
* Hipertens√£o arterial;
Diabetes ou diagnóstico de glicemia alterada, como quadros de pré-diabetes;
* Triglicérides, acima de 150 miligramas por decilitro de sangue;
* Altera√ß√Ķes nas taxas de colesterol.
Lembre-se: é fundamental procurar um médico especialista em obesidade para avaliar o seu caso. Entre em contato com a Clínica Mova (48) 3439-4096.

desenvolvido por Cacto Publicidade
Rua Estevão Emílio de Souza, 108 (em frente ao Hospital Unimed) :: Próspera :: Criciúma/SC :: Tel. (48) 3439.4096