A Cl√≠nica Mova realizou esta semana mais um encontro do grupo de acompanhamento Multiprofissional aos pacientes pr√© e p√≥s-operados. Na reuni√£o, realizada todos os meses, foram discutidos os cuidados necess√°rios antes e ap√≥s o procedimento cir√ļrgico.
Em sua palestra o m√©dico Marcos Maffioletti, da equipe da Cl√≠nica Mova, destacou aspectos da alimenta√ß√£o e a import√Ęncia do acompanhamento multiprofissional aos pacientes principalmente nos p√≥s-operat√≥rio. Neste contexto a equipe¬†de orienta√ß√£o nutricional e psicol√≥gica, m√©dica e do profissional de educa√ß√£o f√≠sica s√£o fundamentais uma vez que o paciente necessita de toda a aten√ß√£o e cuidado. Essa equipe realiza o trabalho de orienta√ß√£o e acompanhamento dos pacientes, que passam por mudan√ßas importantes ap√≥s o procedimento. ‚ÄúTodos esses cuidados garantem a adequa√ß√£o de nutrientes e calorias, preservam massa magra, minimizam problemas como o refluxo, Dumping, al√©m de readequar o organismo a sua nova realidade ap√≥s a grande perda de peso‚ÄĚ, observa o Dr Marcos Maffioletti.
Durante o encontro o Diretor da Cl√≠nica Mova, Dr Leandro Avany Nunes, tamb√©m refor√ßou a import√Ęncia deste acompanhamento profissional e tamb√©m da oportunidade de troca de experi√™ncias e esclarecimento de d√ļvidas nas reuni√Ķes de grupo. A nutricionista Michelle Biff salientou aos pacientes a necessidade de cumprimento rigoroso das dietas prescritas e da mudan√ßa de h√°bitos ap√≥s a cirurgia, especialmente na fase da dieta l√≠quida e dieta pastosa, prescritas logo ap√≥s a cirurgia.
Como √ļltimo conselho, √© muito importante que em qualquer situa√ß√£o o paciente retorne a Cl√≠nica Mova, pois temos toda a estrutura necess√°ria para atend√™-lo. √Č muito importante a proximidade do paciente com equipe multidisciplinar para um acompanhamento sadio e duradouro.


Nas consulttas com a equipe multidisciplinar liderada pelo Dr Leadro Avany Nunes e nos encontros em grupo uma realidade é sempre ressaltada: o tratamento para o paciente bariátrico não se resume a cirurgia. Entre o pré e o pós-operatório há muito o que fazer e trabalhar. Os objetivos a serem alcançados são conquistados passo a passo, sempre com força de vontade e apoio da equipe profissional, onde estão incluídos médico cirurgião, o médico endocrinologista, o nutricionista, o psicólogo, o profissional de educação fisica, entre outros.

Neste artigo publicado pela equipe da Obesity Help é possível conferir dicas preciosas para o sucesso do tratamento. Confira:

1 ‚Äď Erros ir√£o acontecer: lembre-se de que voc√™ √© um ser humano. Voc√™ ir√° cometer enganos e talvez possa precisar de ajuda, mas erros s√£o corrig√≠veis se voc√™ perceb√™-los e se manter no caminho correto.

2 ‚Äď Contratempos e pausas no progresso n√£o s√£o fracassos, a n√£o ser que voc√™ desista: foque no futuro quando a evolu√ß√£o do tratamento n√£o estiver acontecendo, for lenta ou quando voc√™ experimentar um rev√©s. Mantenha-se firme no seu objetivo, converse com sua equipe multidisciplinar, e se preciso, repense sua estrat√©gia. Voc√™ achar√° um caminho!

3 ‚Äď Relaxe: o nervosismo e a ansiedade n√£o ajudam ningu√©m, al√©m de distra√≠rem e desencorajarem. Tente respirar profundamente, contando at√© quatro, enquanto relaxa os m√ļsculos abdominais. Solte o ar contando at√© quatro novamente. Isso ir√° promover um relaxamento. Outra op√ß√£o √© imaginar seu lugar favorito, como a praia, da maneira mais realista poss√≠vel.

4 ‚Äď Se cuide: durma bem e fa√ßa exerc√≠cios f√≠sicos, respeitando sempre sua condi√ß√£o m√©dica e com aux√≠lio de um profissional. Continue a se socializar e minimize o m√°ximo o consumo de cafe√≠na. Dedique um tempo a voc√™ mesmo. Isso ajudar√° a manter a anima√ß√£o para perseguir seus objetivos.

5 ‚Äď Tenha senso de humor: observe os aspectos curiosos e engra√ßados do que voc√™ est√° fazendo ou dos erros que cometeu. Use o exemplo de apresentadores de talk show: quando fazem uma piada sem gra√ßa √© comum que eles fa√ßam outra, em seguida, a respeito do erro. Tente adaptar isso a sua realidade!

6 ‚Äď Tenha um plano concreto e realista de a√ß√Ķes: estar motivado √© um √≥timo come√ßo, mas ela n√£o vai durar se voc√™ n√£o aproveit√°-la. Divida sua estrat√©gia em pequenos planos com objetivos de curto prazo, assim voc√™ poder√° perceber melhor seus avan√ßos e sentir menos press√£o ou angustia.

7 ‚Äď Celebre as conquistas ao inv√©s de exaltar as derrotas: √© muito prov√°vel que voc√™ se dedique mais a fazer ou cumprir algo quando elogiam seu esfor√ßo e resultado do que quando falam sobre algo que voc√™ n√£o fez. Tente essa abordagem nas consigo mesmo, naquelas ‚Äúconversas internas‚ÄĚ sobre como o tratamento est√° indo.

8 ‚Äď Recompense objetivos cumpridos: que tal ganhar um banho de espuma, um passeio diferente, um livro novo ou ent√£o algo que seja importante para voc√™ sempre que uma meta for atingida? Escolha pr√™mios que n√£o sejam algo que voc√™ faria ou ganharia independentemente de cumprir o objetivo ou n√£o: deve ser diferente, significativo e proporcional a import√Ęncia do objetivo cumprido.

9 ‚Äď Tenha um confidente: converse sobre suas frustra√ß√Ķes, dificuldades e desafios com um amigo, um psic√≥logo ou algu√©m de sua confian√ßa. O importante √© ser um bom ouvinte e ter disposi√ß√£o para ajud√°-lo a encontrar uma solu√ß√£o apropriada para voc√™. Ter um amigo confidente o ajudar√° a externar seus pensamentos e poder√° te ajudar a manter uma vis√£o positiva a respeito do tratamento

10 ‚Äď Livre-se do negativismo e pensamentos extremistas: em tempos de mudan√ßas ou frustra√ß√£o √© f√°cil ter id√©ias que te puxam para baixo. Quando elas surgirem, questione-se e tente encontrar pontos de vista positivos. Tenha uma atitude realista, positiva e mantenha sua perspectiva: ser√° mais f√°cil lidar com desafios.

Fonte: Obesity Help e Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica


desenvolvido por Cacto Publicidade
Rua Estevão Emílio de Souza, 108 (em frente ao Hospital Unimed) :: Próspera :: Criciúma/SC :: Tel. (48) 3439.4096